"Adoro música. Me sinto feliz ouvindo boas canções. Se estou na merda, ponho Tom Waits, Bob Marley ou alguma coisa assim, e funciona como mágica. Nada se compara com o que você sente quando ouve música que te agrada. É um fenômeno único."
(Jason Newsted)

terça-feira, 4 de dezembro de 2012

The Struggle Within



The Struggle Within

Reaching out for something you've got to feel
While clutching to what you had thought was real

Kicking at a dead horse pleases you
No way of showing your gratitude
So many things you don't want to do
What is it? What have you got to lose?

What the hell?
What is it you think you're gonna find?
Hypocrite
Boredom sets into the boring mind

Struggle within, it suits you fine
Struggle within, your ruin
Struggle within, you seal your own coffin
Struggle within, the struggling within

Home is not a home, it becomes a hell
Turning it into your prison cell
Advantages are taken, not handed out
While you struggle inside your hell

Reaching out
Grabbing for something you've got to feel
Closing in
The pressure upon you is so unreal

Struggle within, it suits you fine
Struggle within, your ruin
Struggle within, you seal your own coffin
Struggle within, struggling within

Struggle

Reaching out for something you've got to feel
While clutching to what you had thought was real

What the hell?
What is it you think you're gonna find?
Hypocrite
Boredom sets into the boring mind

Struggle within, it suits you fine
Struggle within, your ruin
Struggle within, you seal your own coffin
Struggle within, struggling within


A Luta Interior

Procurando por alguma coisa que você tem de sentir
Enquanto se agarra ao que você pensou ser real

Bater em um cavalo morto te agrada
Nenhuma maneira de mostrar sua gratidão
Tantas coisas que você não quis fazer
O que é isso? O que você teve de perder

Que diabo
O que você acha que vai encontrar?
Hipócrita
Aborrecimento instalado numa mente aborrecida

Força interior, cai bem em você
Força interior, a sua ruína
Força interior, você sela seu próprio caixão
Força interior, a força interior

Lar não é um lar, se torna um inferno
Tornando isso em sua prisão
Vantagens são tomadas, não passadas
Enquanto você aguenta no seu inferno

Alcançando
Prendendo-se a algo que você tem de sentir
Fechando
A pressão sobre você é real

Força interior, cai bem em você
Força interior, a sua ruína
Força interior, você sela seu próprio caixão
Força interior, a força interior

Força

Procurando por alguma coisa que você tem de sentir
Enquanto se agarra ao que você pensou ser real

Que diabo
O que você acha que vai encontrar?
Hipócrita
Aborrecimento instalado numa mente aborrecida

Força interior, cai bem em você
Força interior, a sua ruína
Força interior, você sela seu próprio caixão
Força interior, a força interior

My Friend Of Misery



My Friend Of Misery

You just stood there screaming
Fearing no one was listening to you
They say the empty can rattles the most
The sound of your own voice must soothe you
Hearing only what you want to hear
And knowing only what you've heard
You, you're smothered in tragedy
And you're out to save the world

Misery
You insist that the weight of the world
Should be on your shoulders
Misery
There's much more to life than what you see
My friend of misery

You still stood there screaming
No one caring about these words you tell
My friend, before your voice is gone
One man's fun is another's hell
These times are sent to try men's souls
But something's wrong with all you see
You, you'll take it on all yourself
Remember, misery loves company

Misery
You insist that the weight of the world
Should be on your shoulders
Misery
There's much more to life than what you see
My friend of misery

You just stood there screaming
My friend of misery


Meu Amigo da Miséria

Você apenas ficou aí gritando
Com medo de que ninguém o estivesse ouvindo
Eles dizem que a lata vazia chacoalha mais
O som de sua voz deve aliviar você
Ouvindo apenas o que você quer ouvir
E sabendo apenas o que você ouviu
Você, você está acostumado com a tragédia
Você saiu para salvar o mundo

Miséria
Você insiste que o peso do mundo
Deve estar em seus ombros
Miséria
Existe muito mais na vida do que o que você vê
Meu amigo da miséria

Você continuou ali parado gritando
Ninguém se importando com as palavras que você diz
Meu amigo antes que sua voz se vá
A diversão de um homem é o inferno do outro
Estes tempos são enviados para testar a alma dos homens
Mas há algo errado com tudo que você vê
Você irá tomar tudo para si
Lembre-se, miséria adora companhia

Miséria
Você insiste que o peso do mundo
Deve estar em seus ombros
Miséria
Existe muito mais na vida do que o que você vê
Meu amigo da miséria

Você apenas ficou ali gritando
Meu amigo da miséria

The God That Failed



The God That Failed

Pride you took
Pride you feel
Pride that you felt when you'd kneel

Not the word
Not the love
Not what you thought from above

It feeds
It grows
It clouds all that you will know
Deceit
Deceive
Decide just what you believe

I see faith in your eyes
Never you hear the discouraging lies
I hear faith in your cries
Broken is the promise, betrayal
The healing hand held back by the deepened nail
Follow the god that failed

Find your peace
Find your say
Find the smooth road on your way

Trust you gave
A child to save
Left you cold and him in grave

It feeds
It grows
It clouds all that you will know
Deceit
Deceive
Decide just what you believe
I see faith in your eyes
Never you hear the discouraging lies
I hear faith in your cries
Broken is the promise, betrayal
The healing hand held back by the deepened nail
Follow the god that failed

I see faith in your eyes
Broken is the promise, betrayal
The healing hand held back by the deepened nail
Follow the god that failed

Pride you took
Pride you feel
Pride that you felt when you'd kneel

Trust you gave
A child to save
Left you cold and him in grave

I see faith in your eyes
Never you hear the discouraging lies
I hear faith in your cries
Broken is the promise, betrayal
The healing hand held back by the deepened nail
Follow the god that failed
Follow the god that failed
Broken is the promise, betrayed
Betrayal


O Deus Que Falhou

Orgulho você teve, orgulho você sente
Orgulho que você sentiu quando se ajoelhou
Não a palavra, não o amor
Não o que você pensa lá de cima

Isso alimenta,isso cresce
Isso encobre tudo que você saberá
Engano, enganar
Decida em que você acredita

Eu vejo fé em seus olhos
Você nunca ouviu as mentiras desanimadoras
E ouço fé em seus gritos
Quebrada é a promessa, traição
A mão curadora presa pelo prego enterrado
Siga o deus que falhou

Ache sua paz, ache sua palavra
Ache a estrada plana em seu caminho
Sinceridade você deu, uma criança para ser salva
Deixou você frio e ele na sepultura

Isso alimenta, isso cresce
Isso encobre tudo que você saberá
Engano, enganar
Decida em que você acredita

Eu vejo fé em seus olhos
Você nunca ouviu as mentiras desanimadoras
E ouço fé em seus gritos
Quebrada é a promessa, traidor
A mão curadora presa pelo prego enterrado
Siga o deus que falhou

Eu vejo fé em seus olhos
Quebrada é a promessa, traição
A mão curadora presa pelo prego enterrado
Siga o deus que falhou

Orgulho você teve, orgulho você sente
Orgulho que você sentiu quando se ajoelhou
Sinceridade você deu a uma criança para ser salva
Deixou você frio e ele na sepultura

Eu vejo fé em seus olhos
Você nunca ouviu as mentiras desanimadoras
E ouço fé em seus gritos
Quebrada é a promessa, traidor
A mão curadora presa pelo prego enterrado
Siga o deus que falhou


Of Wolf & Man


Of Wolf & Man

Off through the new day's mist I run
Out from the new day's mist I have come
I hunt
Therefore I am
Harvest the land
Taking of the fallen lamb

Off through the new day's mist I run
Out from the new day's mist I have come
We shift
Pulsing with the earth
Company we keep
Roaming the land while you sleep

Shape shift, nose to the wind
Shape shift, feeling I've been
Move swift, all senses clean
Earth's gift, back to the meaning of life

Bright is the moon, high in starlight
Chill in the air, cold as steel tonight
We shift
Call of the wild
Fear in your eyes
It's later than you realized

Shape shift, nose to the wind
Shape shift, feeling I've been
Move swift, all senses clean
Earth's gift, back to the meaning of life

I feel a change
Back to a better day
Hair stands on the back of my neck
In wildness is the preservation of the world
So seek the wolf in thyself

Shape shift, nose to the wind
Shape shift, feeling I have been
Move swift, all senses clean
Earth's gift
Back to the meaning of wolf and man


De Lobo e Homem

Através da névoa do novo dia eu corro
Saindo da névoa do novo dia eu vim
Eu caço, então existo
Ceifo a terra, tomando a ovelha caída

Através da névoa do novo dia eu corro
Saindo da névoa do novo dia eu vim
Nós metamorfoseamos, pulsando com a terra
Companhia nós mantemos, vagando pela terra enquanto você dorme

Metamorfoseamos, nariz ao vento
Metamorfoseamos, me alimentado eu tenho
Movimento veloz, todos os sentidos claros
Presente da terra, de volta ao sentido da vida

Brilhante é a lua alta no firmamento
Gelado é o ar frio como aço esta noite
Nós mudamos, chamado do selvagem
Medo nos seus olhos, é mais tarde do que você achava

Metamorfoseamos, nariz ao vento
Metamorfoseamos, me alimentado eu tenho
Movimento veloz, todos os sentidos claros
Presente da terra, de volta ao sentido da vida

Eu sinto a mudança de volta a um tempo melhor
Pelos se arrepiam em minha nuca
Na selvageria está a preservação do mundo
Então procure o lobo em si mesmo

Metamorfoseamos, nariz ao vento
Metamorfoseamos, me alimentado eu tenho
Movimento veloz, todos os sentidos claros
Presente da terra, de volta ao sentido de lobo e homem


Nothing Else Matters


Nothing Else Matters

So close no matter how far
Couldn't be much more from the heart
Forever trusting who we are
And nothing else matters

Never opened myself this way
Life is ours, we live it our way
All these words I don't just say
And nothing else matters

Trust I seek and I find in you
Every day for us something new
Open mind for a different view
And nothing else matters

Never cared for what they do
Never cared for what they know
But I know

So close no matter how far
It couldn't be much more from the heart
Forever trusting who we are
And nothing else matters

Never cared for what they do
Never cared for what they know
But I know

I never opened myself this way
Life is ours, we live it our way
All these words I don't just say
And nothing else matters

Trust I seek and I find in you
Every day for us something new
Open mind for a different view
And nothing else matters

Never cared for what they say
Never cared for games they play
Never cared for what they do
Never cared for what they know
And I know

So close no matter how far
Couldn't be much more from the heart
Forever trusting who we are
No, nothing else matters


Nada Mais Importa

Tão perto, não importa o quão distante
Não poderia ser muito mais do coração
Eternamente confiando em quem somos
E nada mais importa

Nunca me abri deste jeito
A vida é nossa, nós a vivemos da nossa maneira
Todas estas palavras, eu não apenas digo
E nada mais importa

Confiança eu procuro e encontro em você
Cada dia para nós é algo novo
Mente aberta para uma concepção diferente
E nada mais importa

Nunca me importei com o que eles fazem
Nunca me importei com o que eles sabem
Mas eu sei

Tão perto, não importa o quão distante
Não poderia ser muito mais do coração
Eternamente confiando em quem somos
E nada mais importa

Nunca me importei com o que eles fazem
Nunca me importei com o que eles sabem
Mas eu sei

Nunca me abri deste jeito
A vida é nossa, nós a vivemos da nossa maneira
Todas estas palavras, eu não apenas digo
E nada mais importa

Confiança eu procuro e encontro em você
Cada dia para nós é algo novo
Mente aberta para uma concepção diferente
E nada mais importa

Nunca me importei com o que eles dizem
Nunca me importei com os jogos que eles jogam
Nunca me importei com o que eles fazem
Nunca me importei com o que eles sabem
E eu sei, sim

Tão perto, não importa o quão distante
Não poderia ser muito mais do coração
Eternamente confiando em quem somos
E nada mais importa


Through The Never


Through The Never

All that is, was and will be
Universe much too big to see

Time and space never ending
Disturbing thoughts, questions pending
Limitations of human understanding
Too quick to criticize
Obligation to survive
We hunger to be alive

All that is, ever
Ever was
Will be ever
Twisting
Turning
Through the never

In the dark, see past our eyes
Pursuit of truth no matter where it lies

Gazing up to the breeze of the heavens
On a quest, meaning, reason
Came to be, how it begun
All alone in the family of the sun
Curiosity teasing everyone
On our home, third stone from the sun

All that is, ever
Ever was
Will be ever
Twisting
Turning
Through the never

On through the never
We must go
On through the never
Out to the
Edge of forever
We must go
On through the never
Then never comes

All that is, ever
Ever was
Will be ever
Twisting
Turning
Who we are
Ask forever
Twisting
Turning
Through the never

Never


Através do Nunca

Tudo é, foi e será
Universo, grande demais para ser visto

Tempo e espaço sem fim
Pensamentos incômodas, questões sem respostas
Limitações do conhecimento humano
Rápido demais para criticar
Forçado a sobreviver
Nós famintos em viver
Sim!

(Retorcendo
Girando
Através do nunca)

Tudo é, sempre
Sempre foi
Será sempre
Retorcendo
Girando
Através do nunca

Nas trevas, veja nossos olhos
Perseguição da verdade, não importa onde esteja

Observando a brisa dos céus
Em uma busca, significado, razão
Venha a ser, como isso começou
Totalmente só na família do sol
Curiosidade tocando a todos
Em nossa casa, terceira pedra do sol

(Retorcendo
Girando
Através do nunca)

Tudo é, sempre
Sempre foi
Será sempre
Retorcendo
Girando
Através do nunca

Através do nunca
Devemos seguir
Através do nunca
Fora do
Limite do sempre
Devemos ir
Através do nunca
Então virá o sempre

Tudo é, sempre
Sempre foi
Será sempre
Quem nós somos?
Pergunte eternamente
Retorcendo
Girando
Através do nunca

Nunca


Don't Tread On Me


Don't Tread On Me

Liberty or death, what we so proudly hail
Once you provoke her, rattling of her tail
Never begins it, never, but once engaged
Never surrenders, showing the fangs of rage

Don't tread on me

So be it
Threaten no more
To secure peace is to prepare for war
So be it
Settle the score
Touch me again for the words that you will hear evermore

Don't tread on me

Love it or leave it, she with the deadly bite
Quick is the blue tongue, forked as the lighting strike
Shining with brightness, always on surveillance
The eyes, they never close, emblem of vigilance

Don't tread on me

So be it
Threaten no more
To secure peace is to prepare for war
So be it
Settle the score
Touch me again for the words that you will hear evermore

Don't tread on me

So be it
Threaten no more
To secure peace is to prepare for war

Liberty or death, what we so proudly hail
Once you provoke her, rattling
of her tail

So be it
Threaten no more
To secure peace is to prepare for war
So be it
Settle the score
Touch me again for the words that you will hear evermore

Don't tread on me



Não Pise Em Mim

Não pise em mim
Então não pise em mim

Liberdade ou morte, aquilo que aclamamos com orgulho
Assim que você a provoca, ela chacoalha sua cauda
Ela nunca começa, nunca, mas uma vez preparada
Nunca se rende, mostrando as presas da fúria

Então não pise em mim

Então que assim seja, nunca mais ameace
Assegurar a paz é se preparar para a guerra
Então que assim seja, acerte as contas
Toque-me novamente para as palavras que você irá ouvir para sempre...

Não pise em mim

Ame-a ou deixe-a, aquela com a mordida fatal
Rápida é a língua azul, bifurcada como um relâmpago que cai
Brilhando, sempre de vigia
[Os olhos nunca se fecham], emblema da vigília

Então não pise em mim

Então que assim seja, nunca mais ameace
Assegurar a paz é se preparar para a guerra
Então que assim seja, acerte as contas
Toque-me novamente para as palavras que você irá ouvir para sempre...

Não pise em mim

Então que assim seja, nunca mais ameace
Assegurar a paz é se preparar para a guerra

Liberdade ou morte, aquilo que aclamamos com orgulho
Assim que você a provoca, ela chacoalha sua cauda

Então que assim seja, nunca mais ameace
Assegurar a paz é se preparar para a guerra
Então que assim seja, acerte as contas
Toque-me novamente para as palavras que você irá ouvir para sempre...

Não pise em mim


Wherever I May Roam


Wherever I May Roam

...And the road becomes my bride
I have stripped of all but pride
So in her I do confide
And she keeps me satisfied
Gives me all I need

...And with dust in throat I crave
Only knowledge will I save
To the game you stay a slave
Rover, wanderer
Nomad, vagabond
Call me what you will

But I'll take my time anywhere
Free to speak my mind anywhere
And I'll redefine anywhere

Anywhere I roam
Where I lay my head is home

...And the earth becomes my throne
I adapt to the unknown
Under wandering stars I've grown
By myself but not alone
I ask no one

...And my ties are severed clean
The less I have, the more I gain
Off the beaten path I reign
Rover, wanderer
Nomad, vagabond
Call me what you will

But I'll take my time anywhere
I'm free to speak my mind anywhere
And I'll never mind anywhere

Anywhere I roam
Where I lay my head is home

But I'll take my time anywhere
I'm free to speak my mind
And I'll take my find anywhere

Anywhere I roam
Where I lay my head is home

Carved upon my stone
My body lie, but still I roam
Wherever I may roam
Wherever I may roam
Wherever I may roam




Para Onde Quer Que Eu Vague

E a estrada torna-se a minha noiva 
Despi-me de tudo menos do orgulho
Somente nela eu confidencio
E ela mantem-me satisfeito
Me da tudo o que preciso

E com poeira na garganta eu imploro
Somente o conhecimento guardarei
Ao jogo você permanece um escravo
Romeiro, andarilho
Nômade, vagabundo
Chame-me do que quiser

Mas permanecerei em qualquer lugar
Livre para dizer o que penso em qualquer lugar
E me redefinirei em qualquer lugar

Qualquer lugar por onde eu vague
Onde quer que eu deite minha cabeça é meu lar

E a Terra torna-se o meu trono 
Eu me adapto ao desconhecido
Sob estrelas errantes cresci
Por mim mesmo, mas não sozinho
Eu não perguntei ninguém

E minha gravata está cortada e limpa
Quanto menos tenho,mais eu ganho
Fora do caminho castigado eu reino
Romeiro, andarilho,
Nômade, vagabundo
Chame-me do que quiser

Mas permanecerei em qualquer lugar
Eu sou livre para dizer o que penso em qualquer lugar
E encontrarei o que busco em qualquer lugar

Qualquer lugar por onde eu vague
Onde quer que eu deite minha cabeça é meu lar

Mas permanecerei em qualquer lugar
Eu sou livre para dizer o que penso em qualquer lugar
E encontrarei o que busco em qualquer lugar

Qualquer lugar por onde eu vague
Onde quer que eu deite minha cabeça é meu lar

E me redefinirei em qualquer lugar
Mas permanecerei em qualquer lugar
Livre para dizer o que penso em qualquer lugar

Qualquer lugar por onde eu vague
Onde quer que eu deite minha cabeça é meu lar

Inscrito na minha lápide:
O meu corpo jaz, mas eu continuo vagando
Por onde quer que eu vague 
Por onde quer que eu possa me admirar ,admirar, admirar
Por onde quer que eu vague


The Unforgiven


The Unforgiven

New blood joins this earth
And quickly he's subdued
Through constant pained disgrace
The young boy learns their rules

With time, the child draws in
This whipping boy done wrong
Deprived of all his thoughts
The young man struggles on and on, he's known
A vow unto his own
That never from this day
His will they'll take away

What I've felt
What I've known
Never shined through in what I've shown
Never be
Never see
Won't see what might have been

What I've felt
What I've known
Never shined through in what I've shown
Never free
Never me
So I dub thee "Unforgiven"

They dedicate their lives
To running all of his
He tries to please them all
This bitter man he is

Throughout his life the same
He's battled constantly
This fight he cannot win
A tired man they see no longer cares
The old man then prepares
To die regretfully
That old man here is me

What I've felt
What I've known
Never shined through in what I've shown
Never be
Never see
Won't see what might have been

What I've felt
What I've known
Never shined through in what I've shown
Never free
Never me
So I dub thee "Unforgiven"

You labeled me
I'll label you
So I dub thee "Unforgiven"


O Imperdoável

Sangue novo junta-se a esta terra
E rapidamente ele é subjugado
Pela constante e dolorosa desgraça
O jovem aprende as regras deles

Com o tempo a criança é enganada
Este rapaz massacrado age errado
Privado de todos os seus pensamentos
O jovem homem aguenta e aguenta, ele sabe
Uma promessa a si mesmo
Que nunca a partir deste dia
Sua vontade lhe tirariam

O que eu senti
O que eu soube
Nunca refletiu no que eu demonstrei
Nunca ser
Nunca ver
Não posso ver o que poderia ter sido

O que eu senti
O que eu soube
Nunca refletiu no que eu demonstrei
Nunca livre
Nunca eu mesmo
Então eu nomeio-o o Imperdoável

Eles dedicam suas vidas
Para tirar tudo dele
Ele tenta agradar a todos
Este homem amargo que ele se torna

Por toda a sua vida o mesmo
Ele batalhou constantemente
Esta luta que ele não pode vencer
Um homem cansado eles veem não se importa mais
O velho homem então se prepara
Para morrer cheio de arrependimentos
Aquele velho homem, aqui, sou eu

O que eu senti
O que eu soube
Nunca refletiu no que eu demonstrei
Nunca ser
Nunca ver
Não posso ver o que poderia ter sido

O que eu senti
O que eu soube
Nunca refletiu no que eu demonstrei
Nunca livre
Nunca eu mesmo
Então eu nomeio-o o Imperdoável

O que eu senti
O que eu soube
Nunca refletiu no que eu demonstrei
Nunca ser
Nunca ver
Não posso ver o que poderia ter sido

O que eu senti
O que eu soube
Nunca refletiu no que eu demonstrei
Nunca livre
Nunca eu mesmo
Então eu nomeio-o o Imperdoável

Nunca livre
Nunca eu mesmo
Então eu nomeio-o o Imperdoável

Vocês me rotularam
Eu rotularei vocês
Então eu nomeio-o o Imperdoável

Nunca livre
Nunca eu mesmo
Então eu nomeio-te Imperdoável

Vocês me rotularam
Eu rotularei vocês
Então eu nomeio-o o Imperdoável



Holier Than Thou


Holier Than Thou

No more
The crap rolls out your mouth again
Haven't changed, your brain is still gelatin
Little whispers circle around your head
Why don't you worry about yourself instead?

Who are you? Where ya been? Where ya from?
Gossip burning on the tip of your tongue
You lie so much you believe yourself
Judge not lest ye be judged yourself

Holier than thou
You are
Holier than thou
You are

You know not

Before you judge me, take a look at you
Can't you find something better to do?
Point the finger, slow to understand
Arrogance and ignorance go hand in hand

It's not who you are, it's who you know
Others' lives are the basis of your own
Burn your bridges and build them back with wealth
Judge not lest ye be judged yourself

Holier than thou
You are
Holier than thou
You are

You know not

Who the hell are you?


Mais Santo Que Você

Acabou!A baba escorre de sua boca de novo
Não houve mudança, seu cérebro continua gelatina
Pequenos sussurros circulam por sua cabeça
Porque não se preocupa com si próprio?

Quem é você? Onde esteve? De onde é?
Conversa fiada queima na ponta de sua língua
Você mente demais, você acredita em você
Não julgue ou será você próprio o réu

Mais santo que tu
Você é
Mais santo que tu
Você é
Você não sabe nada

Antes de me julgar preste atenção em você
Não consegue achar nada melhor para fazer?
Aponta o dedo, demora a compreender
Arrogância e ignorância andam de mãos dadas

Não é o que você é, é quem você conhece
As vidas dos outros são a base da sua
Queime suas pontes, construa de novo com riqueza
Não julgue ou será você próprio o réu

Mais santo que tu
Você é
Mais santo que tu
Você é
Você não sabe nada 

Quem diabos é você?


Sad But True


Foi uma das primeiras tentativas do Metallica de ajuste de guitarras para o tom mais grave, neste caso, o ajuste para o tom mais grave no padrão D. Eles usariam esta afinação mais tarde em seu cover de "Whiskey in the Jar" no álbum Garage Inc., utilizando C como afinação padrão (padrão D com a corda inferior sintonizado um passo completo) em St. Anger. 
A canção foi incluída em colaboração ao vivo do Metallica com o San Francisco Symphony Orchestra (conduzida por Michael Kamen), intituladoS&M. 
Em um dos versos, um riff foi inserido com uma distorção de contra-baixo de 5 cordas, que só é feita por Jason Newsted. 

Sad But True

Hey
I'm your life
I'm the one who takes you there
Hey
I'm your life
I'm the one who cares
They
They betray
I'm your only true friend now
They
They'll betray
I'm forever there

I'm your dream, make you real
I'm your eyes when you must steal
I'm your pain when you can't feel
Sad but true

I'm your dream, mind astray
I'm your eyes while you're away
I'm your pain while you repay
You know it's sad but true

You
You're my mask
You're my cover, my shelter
You
You're my mask
You're the one who's blamed
Do
Do my work
Do my dirty work, scapegoat
Do
Do my deeds
For you're the one who's shamed

I'm your dream, make you real
I'm your eyes when you must steal
I'm your pain when you can't feel
Sad but true

I'm your dream, mind astray
I'm your eyes while you're away
I'm your pain while you repay
You know it's sad but true

I'm your dream
I'm your eyes
I'm your pain
You know it's sad but true

Hate
I'm your hate
I'm your hate when you want love
Pay
Pay the price
Pay, for nothing's fair
Hey
I'm your life
I'm the one who took you here
Hey
I'm your life
And I no longer care

I'm your dream, make you real
I'm your eyes when you must steal
I'm your pain when you can't feel
Sad but true

I'm your truth, telling lies
I'm your reasoned alibis
I'm inside, open your eyes
I'm you

Sad but true


Triste Mas Verdade

Ei, eu sou a sua vida, eu sou quem te leva até lá
Ei, eu sou a sua vida, eu sou o único que se importa
Eles, eles traem, eu sou seu único amigo agora
Eles, eles trairão, eu estou sempre lá

Eu sou seu sonho, faço você real
Sou seus olhos quando você precisa roubar
Sou sua dor quando você não pode sentir
Triste, mas verdade
Sou seu sonho, mente perdida
Sou os seus olhos quando você está longe
Sou sua dor quando você paga na mesma moeda
Você sabe que isto é triste mas é verdade
Triste, mas verdade

Você, você é minha máscara, você é minha coberta, meu abrigo
Você, você é minha máscara, você é o que é culpado
Faça, faça meu trabalho, faça meu trabalho sujo, bode expiatório
Faça, faça minhas tarefas, para que seja você o envergonhado

Eu sou seu sonho, faço você real
Sou seus olhos quando você precisa roubar
Sou sua dor quando você não pode sentir
Triste, mas verdade
Sou seu sonho, mente perdida
Sou os seus olhos quando você está longe
Sou sua dor quando você paga na mesma moeda
Você sabe que isto é triste mas é verdade
Triste, mas verdade

Sou seu sonho
Sou os seus olhos
Sou sua dor
Sou seu sonho (Sou seu sonho)
Sou os seus olhos (Sou os seus olhos)
Sou sua dor (Sou sua dor)
Você sabe que isto é triste mas é verdade

Ódio, eu sou o seu ódio, sou o seu ódio quando você quer amor
Pague, pague o preço, pague por nada ser justo
Ei, eu sou sua vida, eu sou quem te trouxe aqui
Ei, eu sou sua vida, e eu não me importo mais

Eu sou seu sonho, faço você real
Sou seus olhos quando você precisa roubar
Sou sua dor quando você não pode sentir
Triste mas verdade
Sou sua verdade, dizendo mentiras
Sou seus álibis racionais
Estou em você, abra seus olhos
Eu sou você
Triste, mas verdade


Enter Sandman


Foi escrita pelos guitarristas Kirk Hammett e James Hetfield, juntamente com o baterista Lars Ulrich. A letra, elaborada por Hetfield, fala sobre pesadelos. 

"Enter Sandman" foi o primeiro single de um álbum bem sucedido que vendeu mais de 15 milhões de cópias em todo o mundo e aumentou dramaticamente a popularidade dos Metallica a nível internacional. Aclamada pela crítica, esta canção foi incluída em todos os álbuns e DVDs ao vivo dos Metallica lançados desde 1991, incluindo S&M que foi gravado com a Orquestra Sinfónica de São Francisco em 1999. 

Enter Sandman

Say your prayers, little one
Don't forget, my son,
To include everyone

Tuck you in, warm within
Keep you free from sin
Till the sandman he comes

Sleep with one eye open
Gripping your pillow tight

Exit light
Enter night
Take my hand
We're off to never-never land

Something's wrong, shut the light
Heavy thoughts tonight
And they aren't of Snow White

Dreams of war, dreams of liars
Dreams of dragon's fire
And of things that will bite

Sleep with one eye open
Gripping your pillow tight

Exit light
Enter night
Take my hand
We're off to never-never land

Now I lay me down to sleep
Pray the Lord my soul to keep
If I die before I wake
Pray the Lord my soul to take

Hush little baby, don't say a word
And never mind that noise you heard
It's just the beasts under your bed
In your closet, in your head

Exit light
Enter night
Grain of sand

Exit light
Enter night
Take my hand
We're off to never-never land


Entrando No Sono

Diga suas preces pequenino
Não esqueça, meu filho
De incluir todo mundo
Cubra-se, mantenha-se aquecido
Mantenha-se livre do pecado
Até que o sono venha
Yeah!

Durma com um olho aberto
Apertando seu travesseiro com força
Sai a luz,
Entra a noite
Pegue minha mão,
Estamos indo direto para a terra do nunca

Algo está errado, apague a luz
Pensamentos pesados esta noite
E eles não são de branca de neve
Sonhos de guerras,
Sonhos de mentirosos ,
Sonhos de fogo de dragão,
E de coisas que mordem
Yeah!

Durma com um olho aberto
Apertando seu travesseiro com força
Sai a luz,
Entra a noite
Pegue minha mão,
Estamos indo direto para a terra do nunca
He he!

Agora eu me deito para dormir
Peço ao senhor para guardar minha alma
Se eu morrer antes de acordar
Peço ao senhor que leve minha alma

Silêncio, bebezinho, não diga uma palavra
E não se incomode com o barulho que ouviu
É apenas o demônio embaixo de sua cama
No seu armário, na sua cabeça

Sai a luz,
Entra a noite
Grãos de areia
Sai a luz,
Entra a noite
Pegue minha mão,
Estamos indo direto para a terra do nunca
Oh!
Yeah,Yeah
Oh....!

(Indo para a terra do nunca)
Pegue minha mão,
(Estamos indo para a terra do nunca)
Pegue minha mão,
(Estamos indo para a terra do nunca)

(Estamos indo para a terra do nunca)

(Estamos indo para a terra do nunca)

(Estamos indo para a terra do nunca)


Dyers Eve


Dyers Eve

Dear Mother
Dear Father
What Is This Hell You Have Put Me Through
Believer
Deceiver
Day In Day Out Live My Life Through You
Pushed Onto Me What's Wrong Or Right
Hidden From This Thing That They Call Life

Dear Mother
Dear Father
Every Thought I'd Think You'd Disapprove
Curator
Dictator
Always Cencoring My Every Move
Children Are Seen Bur Are Not Heard
Tear Out Everything Inspired

Innocence
Torn From Me Without Your Shelter
Barred Reality
I'm Living Blindly

Dear Mother
Dear Father
Time Has Frozen Still What's Left To Be
Hear Nothing
Say Nothing
Cannot Face The Fact I Think For Me
No Guarantee,It's Life As Is
But Damn You For Not Giving Me My Chance

Dear Mother
Dear Father
You've Clipped My Wings Before I Learned To Fly
Unspoiled
Unspoken
I've Outgrown That Fucking Lullaby
Same Thing I've Always Heard From You
Do As I Say Not As I Do

Innocence
Torn From Me Without Your Shelter
Barred Reality
I'm Living Blindly

I'm In Hell Without You
Cannot Cope Without You Two
Shocked At The World That I See
Innocent Victim Please Rescue Me

Dear Mother
Dear Father
Hidden In Your World You've Made For Me
I'm Seething
I'm Bleeding
Ripping Wounds In Me That Never Heal
Undying Spite I Feel For You
Living Out This Hell You Always Knew


Noite Dos Que Morrem

Querida mãe
Querido pai
Que inferno é esse em que vocês me puseram
Crentes
Impostores
Dia a dia vivo minha vida por vocês
Empurrado em mim o que é certo ou errado
Escondido desta coisa que eles chamam vida

Querida mãe
Querido pai
Cada pensamento meu vocês desaprovam
Curador
Ditador
Sempre censurando cada movimento meu
Crianças são vistas mas não são ouvidas
Tudo que é inspirado cortado

Inocência
Tirada de mim sem a sua proteção
Realidade estéril
Tenho vivido cegamente

Querida mãe
Querido pai
O tempo parou e resta o que devia ser
Não ouvir nada
Não dizer nada
Não pode encarar o fato de que eu penso por mim
Sem garantia, é a vida como ela é
Mas amaldiçôo vocês por não me dar minha chance

Querida mãe
Querido pai
Vocês podaram minhas asas antes de eu aprender a voar
Desanimado
Sem voz
Eu superei aquela canção infantil
As mesmas coisas que tenho sempre ouvido de vocês
Faça como eu digo, não como faço

Inocência
Tirada de mim sem a sua proteção
Realidade estéril
Tenho vivido cegamente

Estou no inferno sem vocês
Não consigo lutar sem vocês dois
Chocado com o mundo que vejo
Vítima inocente, por favor me salvem

Querida mãe
Querido pai
Escondido no mundo que vocês criaram para mim
Estou delirando
Estou sangrando
Rasgando feridas em mim que nunca saram
Ressentimento sem fim que sinto por vocês
Vivendo fora deste inferno que vocês sempre souberam


To Live Is To Die

The Frayed Ends Of Sanity


The Frayed Ends Of Sanity

Never hunger
Never prosper
I haven fallen prey to failure
Struggle within
Triggered again
Now the candle burns at both ends
Twisting under schizophrenia
Falling deep into dementia
Old habits reappear
Fighting the fear of fear
Growing conspiracy
Everyone's after me
Frayed ends of sanity
Hear them calling
Hear them calling me
Birth of terror
Death of much more
I'm the slave of fear, my captor
Never warnings
Spreading its wings
As I wait for the horror she brings
Loss of interest, question, wonder
Waves of fear they pull me under
Old habits reappear
Fighting the fear of fear
Growing conspiracy
Everyone's after me
Frayed ends of sanity
Hear them calling
Hear them calling me
Into ruin
I am sinking
Hostage of this nameless feeling
Hell is set free
Flooded I'll be
Feel the undertow inside me
Height, Hell, Time, Haste, Terror, Tension
Life, Death, Want, Waste, Mass Depression
Old habits reappear
Fighting the fear of fear
Growing conspiracy
Myself is after me
Frayed ends of sanity
Hear them calling
Frayed ends of sanity
Hear them calling
Hear them calling me


Últimos Resquícios de Sanidade

Nunca ter fome
Nunca prosperar
Eu tenho caído vítima da falha
Esforço interior
Acionado novamente
Agora a vela queima em ambos os lados
Distorcido pela esquizofrenia
Caindo fundo na demência
Velhos hábitos reaparecem
Combatendo o medo do medo
Conspiração crescente
Todos estão me perseguindo
Últimos resquícios de sanidade
Ouça-os chamando
Ouça-os me chamando
Nascimento do terror
Morte de muitos mais
Sou escravo do medo, meu captador
Nunca avisos
Abrindo suas asas
Enquanto espero pelo terror ela traz
Perda de interesse, dúvida, pergunta
Ondas de medo me puxam para baixo
Velhos hábitos reaparecem
Combatendo o medo do medo
Conspiração crescente
Todos estão me perseguindo
Últimos resquícios de sanidade
Ouça-os chamando
Ouça-os me chamando
Sob ruína
Eu afundo
Refém deste sentimento sem nome
O inferno é libertado
Serei inundado
Sinto a correnteza dentro de mim
Peso, inferno, tempo, ódio, terror, tensão/ Vida,
Morte, necessidade, desperdício, depressão em massa
Velhos hábitos reaparecem
Combatendo o medo do medo
Conspiração crescente
Eu mesmo estou me perseguindo
Últimos resquícios de sanidade
Ouça-os chamando
Últimos resquícios de sanidade
Ouça-os chamando
Ouça-os me chamando

Harvester Of Sorrow



Harvester Of Sorrow

My life suffocates
Planting seeds of hate
I've loved, turned to hate
Trapped far beyond my fate

I give
You take
This life that I forsake
Been cheated of my youth
You turned this lie to truth

Anger

Misery

You'll suffer unto me

Harvester of sorrow
Language of the mad
Harvester of sorrow

Pure black looking clear
My work is done soon here
Try getting back to me
Get back which used to be

Drink up
Shoot in
Let the beatings begin
Distributor of pain
Your loss becomes my gain

Anger

Misery

You'll suffer unto me

Harvester of sorrow
Language of the mad
Harvester of sorrow

All have said their prayers
Invade their nightmares
To see into my eyes
You'll find where murder lies

Infanticide

Harvester of sorrow
Language of the mad
Harvester of sorrow
Language of the mad
Harvester of sorrow


Colhedor de Tristeza

Minha vida sufoca
Plantando sementes de ódio
O que eu amei, se transformou em ódio
Preso longe de meu destino

Eu dou
Você toma
A vida que eu abandonei
Minha juventude sendo enganada
Você transformou esta mentira em verdade

Raiva

Miséria

Vocês irão sofrer dentro de mim

Colhedor de tristeza
Linguagem dos loucos
Colhedor de tristeza

Preto absoluto parecendo limpo
Minha tarefa em breve será realizada aqui
Tente voltar para mim
Volte ao que costumava ser

Beba
Atire
Deixe começar as pancadas
Distribuidor da dor
Sua perda se torna meu lucro

Raiva

Miséria

Vocês irão sofrer dentro de mim

Colhedor de tristeza
Linguagem dos loucos
Colhedor de tristeza

Todos fizeram suas preces
Invadir seus pesadelos
Olhe dentro de meus olhos
Você verá onde está o assassino

Infanticídio

Colhedor de tristeza
Linguagem dos loucos
Colhedor de tristeza
Linguagem dos loucos
Colhedor de tristeza

The Shortest Straw

The Shortest Straw

Suspicion is your name
Your honesty to blame
Put dignity to shame
Dishonor
Witchhunt modern day
Determining decay
The blatant disarray
Disfigure
The public eye's disgrace
Defying common place
Unending paper chase
Unending

Deafening
Painstaking
Reckoning
This vertigo it doth bring

Shortest straw
Challenge liberty
Downed by law
Live in infamy
Rub you raw
Witchhunt riding through
Shortest straw
The shortest straw has been pulled for you

Pulled for you
Shortest straw
Pulled for you
Shortest straw
Pulled for you
Shortest straw
The shortest straw has been pulled for you

The accusations fly
Discrimination, why?
Your inner self to die
Intruding
Doubt sunk itself in you
It's teeth and talons through
You're living Catch-22
Deluding
A mass hysteria
A megalomania
Reveal dementia
Reveal

Secretly
Silently
Certainly
In vertigo you will be

Shortest straw
Challenge liberty
Downed by law
Live in infamy
Rub you raw
Witchhunt riding through
Shortest straw
This shortest straw has been pulled for you

Pulled for you
Shortest straw
Pulled for you
Shortest straw
Pulled for you
Shortest straw
Shortest straw has been pulled for you

Shortest straw
Pulled for you
Shortest straw
Pulled for you
Shortest straw
Pulled for you
Shortest straw
Shortest straw has been pulled for you

Behind you, hands are tied
You're being ostracized
Your hell is multiplied
Upending
The fallout has begun
Oppressive damage done
Your many turned to none
To nothing
You're reaching your nadir
Your will has disappeared
The lie is crystal clear
Defending

Channels red
One word said
Blacklisted
With vertigo make you dead

Shortest straw
Challenge liberty
Downed by law
Live in infamy
Rub you raw
Witchhunt riding through
Shortest straw
The shortest straw has been pulled for you
Pulled for you


A Palha Mais Curta

Suspeita é seu nome
Sua honestidade a ser culpada
Envergonha a dignidade
Desonra
Caça às bruxas dos dias modernos
Determinando a decadência
A desordem barulhenta
Desfiguração
A desgraça que é o olhar público
Desafiando o lugar-comum
Numa procura interminável
Infinita

Ensurdecedora
Cuidadosa
Ajuste de contas
Esta vertigem traz insanidade

A palha mais curta
Desafio à liberdade
Derrubada pela lei
Vive em infâmia
Em carne viva
Em plena caça às bruxas
Palha mais curta
Esta palha mais curta foi tirada para você

Tirada para você
Palha mais curta
Tirada para você
Palha mais curta
Tirada para você
Palha mais curta
Esta palha mais curta foi tirada para você

As acusações voam
Discriminação, por quê?
Seu eu interior condenado a morrer
Invadindo
A dúvida se afundou em você
Através de dentes e garras
Você está vivendo um absurdo
Iludindo
Uma histeria em massa
Uma megalomania
Revelam demência
Revelam

Secretamente
Silenciosamente
Certamente
Na vertigem você estará

A palha mais curta
Desafio à liberdade
Derrubada pela lei
Vive em infâmia
Em carne viva
Em plena caça às bruxas
Palha mais curta
Esta palha mais curta foi tirada para você

Tirada para você
Palha mais curta
Tirada para você
Palha mais curta
Tirada para você
Palha mais curta
Esta palha mais curta foi tirada para você

Palha mais curta
Tirada para você
Palha mais curta
Tirada para você
Palha mais curta
Tirada para você
Palha mais curta
Esta palha mais curta foi tirada para você

Por trás de você, as mãos estão amarradas
Sua existência, banida
Seu inferno é multiplicado
Derrotado
A queda começou
Dano opressivo feito
Seu muito transformado em nenhum
Em nada
Você está atingindo seu ponto mais baixo
Sua vontade desapareceu
A mentira é clara como cristal
Defendendo

Canais vermelhos
Uma palavra dita
Na lista negra
Com a vertigem que fez de você um morto

Palha mais curta
Desafio à liberdade
Derrubada pela lei
Vive em infâmia
Em carne viva
Em plena caça às bruxas
Palha mais curta
Esta palha mais curta foi tirada para você
Tirada para você


One

One

I can't remember anything
Can't tell if this is true or dream
Deep down inside I feel to scream
This terrible silence stops me

Now that the war is through with me
I'm waking up, I cannot see
That there's not much left to me
Nothing is real but pain now

Hold my breath as I wish for death
Oh please God, wake me

Back in the womb it's much too real
In pumps life that I must feel
But can't look forward to reveal
Look to the time when I'll live

Fed through the tube that sticks in me
Just like a wartime novelty
Tied to machines that make me be
Cut this life off from me

Hold my breath as I wish for death
Oh please God, wake me

Now the world is gone I'm just one
Oh God, help me
Hold my breath as I wish for death
Oh please God, help me

Darkness imprisoning me
All that I see, absolute horror
I cannot live, I cannot die
Trapped in myself
Body my holding cell

Land mine has taken my sight
Taken my speech, taken my hearing
Taken my arms, taken my legs
Taken my soul, left me with life in hell


Único

Não consigo me lembrar de nada
Não consigo dizer se isto é sonho ou realidade
Dentro de mim sinto vontade de gritar
Este terrível silêncio me impede

Agora que a guerra acabou comigo
Eu acordo e não posso ver
Que não resta muito de mim
Nada é real a não ser a dor agora

Prendo a respiração enquanto desejo morrer
Oh, Deus, por favor acorde-me

De volta ao útero é muito real
Para dentro injeta-se a vida que tenho de sentir
Mas não posso olhar para frente e imaginar
Ver a vida que terei

Alimentado por tubos enfiados em mim
Como num romance de guerra
Ligado a máquinas que me fazem existir
Tirem-me desta vida

Prendo a respiração enquanto desejo morrer
Oh, por favor, Deus acorde-me

Agora o mundo desapareceu, eu sou o único
Oh, Deus, ajude-me
Prenda minha respiração enquanto desejo morrer
Oh por favor Deus ajude-me

Trevas aprisionando-me
Tudo o que vejo: horror absoluto
Não consigo viver, não consigo morrer
Preso dentro de mim mesmo
O meu corpo é a minha cela

Campo minado arrancou-me a visão
Arrancou-me a fala, arrancou-me a audição
Arrancou-me os braços, arrancou-me as pernas
Arrancou-me a alma, deixou-me com a vida no inferno

Eye Of The Beholder

Eye Of The Beholder

Do you see what I see?
Truth is an offence
You silence for your confidence
Do you hear what I hear?
Doors are slamming shut
Limit your imagination, keep you where they must
Do you feel what I feel?
Bittering distress
Who decides what you express?
Do you take what I take?
Endurance is the word
Moving back instead of forward seems to me absurd

Doesn't matter what you see
Or into it what you read
You can do it your own way
If it's done just how I say

Independence limited
Freedom of choice
Choice is made for you my friend
Freedom of speech
Speech is words that they will bend
Freedom with their exception

Do you fear what I fear?
Living properly
Truths to you are lies to me
Do you choose what I choose?
More alternatives
Energy derives from both the plus and negative
Do you need what I need?
Boundaries overthrown
Look inside, to each his own
Do you trust what I trust?
Me, myself, and I
Penetrate the smoke screen, I see through the Selfish lie

Doesn't matter what you see
Or into it what you read
You can do it your own way
If it's done just how I say

Independence limited
Freedom of choice
Choice is made for you my friend
Freedom of speech
Speech is words that they will bend
Freedom with their exception

Do you know what I know?
Your money and your wealth
You silence just to hear yourself
Do you want what I want?
Desire not a thing
I hunger after independence, lengthen freedom's ring

Doesn't matter what you see
Or into it what you read
You can do it your own way
If it's done just how I say

Independence limited
Freedom of choice
Choice is made for you my friend
Freedom of speech
Speech is words that they will bend
Freedom no longer frees you

Doesn't matter what you see
Or into it what you read
You can do it your own way
If it's done just how I say


O Olho do Beholder

Você vê o que vejo?
A verdade é uma ofensa
Seu silêncio por sua confiança
você ouve o que ouço?
As portas estão batendo
Limite sua imaginação, mantenha-se em seu lugar
Você sente o que sinto?
Distúrbio amargo
Quem decide o que você expressa?
Você recebe o que recebo?
Resistência é a palavra
Ir para trás ao invés de para frente me parece absurdo

Não importa o que você vê
Ou o que lê dentro disso
Você pode fazer isso do seu jeito
Se for feito como eu disser

Independência limitada
Liberdade de escolha
É feita por você, meu amigo
Liberdade de expressão
São palavras que eles curvarão
Liberdade com exceção deles

Você teme o que temo?
Viver apropriadamente
Verdades para você são mentiras para mim
Você escolhe o que escolho?
Mais alternativas
A energia deriva tanto do positivo quanto do negativo
Você precisa do que preciso?
Fronteiras atiradas longe
Olhe para dentro, para alcançar sua própria
Você confia no que confio?
Eu, eu mesmo e eu
Penetrando na cortina de fumaça, eu vejo através da mentira egoísta

Não importa o que você vê
Ou o que lê dentro disso
Você pode fazer isso do seu jeito
Se for feito como eu disser

Independência limitada
Liberdade de escolha
É feita por você, meu amigo
Liberdade de expressão
São palavras que eles curvarão
Liberdade com exceção deles

Você sabe o que sei?
Seu dinheiro e sua riqueza
Seu silêncio só para ouvir a si mesmo
Você quer o que quero?
Não deseje coisa alguma
Eu tenho fome de independência, aumente o anel da liberdade

Não importa o que você vê
Ou o que lê dentro disso
Você pode fazer isso do seu jeito
Se for feito como eu disser

Independência limitada
Liberdade de escolha
É feita por você, meu amigo
Liberdade de expressão
São palavras que eles curvarão
A liberdade não lhe liberta mais

Não importa o que você vê
Ou o que lê dentro disso
Você pode fazer isso do seu jeito
Se for feito como eu disser